Ignorar ligação
Ignorar ligação
Ignorar ligação

Comprar

Mercado Alvo

De acordo com o BEST, este produto é adequado a investidores não profissionais com as seguintes características:

Conhecimentos e experiência Capacidade para suportar perdas Tolerância ao risco Objetivos e necessidades Horizonte temporal mínimo
Avançado ou Experiente Sem garantia de capital ou perda além do capital investido Alto
(5, 6 e 7)
Rendimento, Crescimento ou Opções e Alavancagem Longo Prazo
> 5 anos

Mais informação sobre o perfil de investidor e mercado-alvo disponível aqui.

A Flexdeal SIMFE SA é uma sociedade de investimento mobiliário para fomento da economia (SIMFE). Esta sociedade é a primeira existente em Portugal. As "SIMFE" são organismos de investimento coletivo sob forma societária de capital fixo, correspondendo a sociedades de investimento mobiliário que têm como objeto o investimento em pequenas e médias empresas (PME - conforme 2003/361/CE), também, as empresas classificadas como "mid caps" e "small mid caps" (conforme DL 81/2017).

A 31 de março de 2020, a Flexdeal SIMFE detinha participações de capital em 37 sociedades (Conforme Relatório e Contas referente ao período). Nesta data, o investimento global da Flexdeal SIMFE em instrumentos financeiros e de capital das suas sociedades participadas ascendia a 16 milhões de euros.

Nos termos da regulamentação, a Flexdeal deve distribuir aos seus acionistas pelo menos 30% do respetivo resultado anual, apurado de acordo com as regras contabilísticas aplicáveis. Relativamente ao exercício findo a 30 de setembro de 2019, a Flexdeal distribuiu 526 mil euros de dividendos, correspondentes a 60% do resultado líquido apurado, traduzindo o propósito de remuneração e liquidez associado ao investimento enquanto SIMFE.

As ações representativas do capital social da Flexdeal estão admitidas à negociação no Mercado regulamentado gerido pela Euronext Lisbon.

O período da Oferta Pública de Subscrição (OPS) das Novas Ações decorre entre as 8:30 horas do dia 31 de agosto de 2020 e as 15:00 horas do dia 25 de setembro de 2020.

O preço de subscrição por cada Nova Ação é de €5, com um investimento mínimo de €5.000 (1.000 Novas Ações).

Condições Gerais da OPS

Emitente

Flexdeal, SIMFE, SA ("Flexdeal" ou "Emitente").

Tipo de oferta

Oferta Pública de Subscrição de até 2.000.000 ações (“Novas Ações”) representativas do capital social da Flexdeal - SIMFE, S.A. dirigida aos acionistas da Flexdeal no exercício dos respetivos direitos legais de preferência, aos demais investidores que adquiram direitos de subscrição e aos investidores em geral.

Montante

A presente operação de aumento do capital social da Flexdeal de até € 10.000.000 realiza-se através da emissão, mediante oferta pública de subscrição, de um máximo de 2.000.000 de ações ordinárias, nominativas, escriturais, com o valor nominal de € 5,00, representativas, após conclusão da operação de aumento de capital, de 38,31% do capital social da Flexdeal.

A oferta não se encontra sujeita a qualquer condição, designadamente à subscrição integral do aumento de capital. Por conseguinte, se se verificar que no final do período de subscrição não foi atingido o máximo de 2.000.000 de ações, o aumento de capital será automaticamente reduzido ao número de ações visadas pelas ordens de subscrição recebidas e devidamente validadas. Não existe, no âmbito da presente Oferta, garantia de colocação ou tomada firme das Novas Ações.

Período de subscrição

Entre as 8:30 horas do dia 31 de agosto de 2020 e as 15:00 horas do dia 25 de setembro de 2020.

Preço de subscrição

€5 por cada Nova Ação, que corresponde ao seu valor nominal, podendo ser devidas comissões.

Ordem mínima de subscrição

Cada ordem de subscrição dos investidores em geral que não detenham direitos de preferência e que tenham manifestado a sua intenção de subscrever Novas Ações no âmbito da Oferta deve ser apresentada em número de ações e referir-se, pelo menos, a 1.000 (mil) Novas Ações, correspondente a um montante mínimo de investimento de €5.000 (cinco mil euros), e, a partir desse montante mínimo, cada ordem de subscrição deverá referir-se a múltiplos de 1 (uma) Nova Ação.

Ordem máxima de subscrição

Limitada ao montante máximo do aumento de capital (€10.000.000).

Data limite para alteração / revogação das ordens de subscrição

As ordens de subscrição poderão ser revogadas até 5 dias antes de findar o prazo da Oferta, por comunicação ao intermediário financeiro que a recebeu, ou seja, são revogáveis até às 15:00 horas do dia 18 de setembro de 2020, inclusive. Durante o período de irrevogabilidade, as ordens apenas poderão ser alteradas no sentido de aumento da ordem.

Caso sejam transmitidas pelo mesmo ordenante várias ordens sobre a mesma posição de direitos de subscrição, sem indicar que pretende revogar ou alterar uma ordem já transmitida, apenas será considerada a última ordem a ser apresentada.

A alteração de uma ordem para uma quantidade inferior de direitos de subscrição a exercer ou de Novas Ações a subscrever, terá sempre por efeito a revogação da ordem anteriormente transmitida e a transmissão de uma nova ordem.

Direitos de preferência

Os titulares de direito de preferência, quer por titularidade da participação social subjacente, quer por aquisição de direitos de subscrição, têm prioridade na distribuição das Novas Ações.

A cada ação será atribuído um direito de subscrição. O número de Novas Ações a subscrever no exercício de tais direitos resulta da aplicação do fator 0,6238846113 ao número de direitos de subscrição detidos no momento da subscrição, com arredondamento por defeito.

Rateio

Caso a procura seja superior ao número de Novas Ações a emitir para satisfazer ordens de subscrição recebidas e validadas, proceder-se-á a rateio de acordo com os critérios de rateio descritos no Prospeto.

Apuramento e divulgação dos resultados da OPS

Os resultados da Oferta serão apurados pelo Banco Carregosa no dia 25 de setembro de 2020 e tornados públicos nesse mesmo dia, através de um anúncio publicado em www.flexdeal.pt e em www.cmvm.pt.

Liquidação financeira da subscrição das ações

A liquidação financeira do preço de subscrição das Novas Ações subscritas pelo exercício dos direitos no âmbito da Oferta é dia 28 de setembro de 2020, podendo nessa data ser devidas comissões.

A liquidação financeira do preço de subscrição das Novas Ações atribuídas para satisfação dos pedidos de subscrição adicional é dia 29 de setembro de 2020, podendo nessa data ser devidas comissões.

A liquidação financeira do preço de subscrição das Novas Ações subscritas pelos investidores em geral é dia 29 de setembro de 2020, podendo nessa data ser devidas comissões.

Comissões

A subscrição de Novas Ações está sujeita a uma comissão de subscrição. Se mantiver as Novas Ações em custódia no Banco BEST serão ainda cobradas comissões de custódia e de pagamento de dividendos. Consulte o preçário disponível em www.bancobest.pt, em www.cmvm.pt e em qualquer centro de atendimento/investimento.

Admissão à negociação

As ações representativas do capital social da Flexdeal encontram-se admitidas à negociação no Euronext Lisbon.

Foi solicitada a admissão à negociação das Novas Ações no mercado regulamentado Euronext Lisbon. Quando admitidas à negociação no mercado Euronext Lisbon, as Novas Ações serão negociadas sob o símbolo FLEXD e serão fungíveis com as ações representativas do capital social da Flexdeal que já se encontram admitidas à negociação, passando a ter o mesmo código ISIN PTFXD0AM0018.

A admissão à negociação em mercado regulamentado das Novas Ações, caso haja decisão favorável da Euronext, ocorrerá previsivelmente a 30 de setembro de 2020 ou em data próxima, após a concretização do registo comercial do aumento de capital.

 

Para subscrever as Novas Ações poderá transmitir a sua ordem de subscrição, entre as 8:30 horas do dia 31 de agosto de 2020 e as 15:00 horas do dia 25 de setembro de 2020, em qualquer centro de atendimento/investimento do Banco BEST.

Esta informação não dispensa a consulta do Prospeto da OPS disponível em www.flexdeal.pt, em www.cmvm.pt e em www.bancobest.pt.

Advertência

Este documento é considerado publicidade para os efeitos da legislação portuguesa e é da responsabilidade da Flexdeal, SIMFE, S.A.. A presente informação não dispensa a consulta do prospeto disponível em www.flexdeal.pt e em www.cmvm.pt. O prospeto foi aprovado pela CMVM em 24 de agosto de 2020, na qualidade de autoridade competente ao abrigo do Regulamento (UE) 2017/1129. A aprovação do prospeto pela CMVM não deve ser entendida como um aval relativamente à Flexdeal SIMFE, S.A. ou às respetivas ações. Os investidores devem ler o prospeto antes de tomar uma decisão de investimento, a fim de compreenderem plenamente os potenciais riscos e benefícios associados à decisão de investir nas Novas Ações.

A presente comunicação não constitui uma oferta de valores mobiliários do Banco BEST nem um convite à subscrição de valores mobiliários por parte do Banco BEST ou uma recolha de intenções de investimento em valores mobiliários por parte do Banco BEST. Qualquer decisão de investimento deverá basear-se na análise da documentação da OPS considerada no seu conjunto e ser efetuada após avaliação independente da condição económica, situação financeira e demais elementos relativos ao Emitente.