Ignorar ligação
Ignorar ligação
Ignorar ligação

SABIA QUE

As grandes marcas mundiais

 

Em 2025 as empresas mais importantes do mundo terão apenas 12 anos de vida.

Fonte: Consultora Kantar, Marketing News - novembro 2017

 

A forma como as grandes marcas podem beneficiar num contexto de globalização e emergência de uma classe média a nível mundial constituem oportunidades de investimento a que tem de estar atento.

Em que marcas vai confiar no futuro?

 

A gigante norte-americana Apple é a marca mais valiosa do mundo com uma avaliação, em 2017, de 184,15 mil milhões de dólares. Logo seguida da Google com uma avaliação de 141,7 mil milhões de dólares e da Microsoft com cerca de 80 mil milhões de dólares.

 

EUA tem 7 empresas no Top 10 das empresas mundiais mais famosas.

 

Os dados constam do último ranking publicado pela Interbrand, onde são elencadas as 100 marcas mundiais mais famosas, onde se pode verificar o domínio dos Estados Unidos com um total de sete empresas a figurarem no TOP 10. Já os setores que mais se destacam no ranking são o tecnológico, automóvel, serviços financeiros e, finalmente, bens de consumo. A Coca-Cola é a única marca de bens de consumo que faz parte do TOP 10.

 

Tecnológicas destacam-se no ranking das empresas com maior crescimento.

 

Para elaborar o ranking, a Interbrand considera três requisitos por forma a determinar o valor da marca: a performance financeira dos produtos e serviços, o papel da marca na decisão de compra do consumidor e a força da marca para garantir um preço maior ou futuros ganhos para a empresa.

Em 2017, a empresa que mais cresceu na avaliação foi o Facebook, que alcançou um crescimento de 48% no seu valor de mercado - é o segundo ano que a empresa tem o maior valor de crescimento no ranking – seguido da Amazon, com 29% de crescimento.

Foi o primeiro ano em que a Netflix fez parte do ranking – entrou diretamente para o 78º lugar, avaliada em 5,59 mil milhões de dólares.

 

Lego é a marca mais forte, com um poder associado superior ao seu valor financeiro.

 

No entanto, nem sempre o valor da marca corresponde ao poder da mesma. A dinamarquesa Lego, por exemplo, apesar de ser avaliada em apenas 7 mil milhões de dólares surge sempre com um poder associado à marca muito superior ao valor considerado. No índice da Brand Finance que mede a força da marca, a Lego consegue atingir o valor máximo (100), com pontuações elevadas em métricas tais como familiaridade da marca, lealdade à mesma, ou satisfação.

No contexto atual da globalização, é de esperar que sejam provenientes de localizações cada vez mais dispersas as influências que afetam o comportamento do consumidor. A tecnologia avança de forma exponencial e num mundo cada vez mais conectado, não-linear e imprevisível as marcas têm de se reinventar para continuarem a ter relevância no futuro. Não é por acaso que um terço das 100 marcas mais valiosas do mundo corresponde a tecnológicas. No decorrer dos próximos anos, esse número continuará a aumentar pelo que perante um mercado crescentemente competitivo, as empresas terão de apoiar-se na inovação para se conseguirem diferenciar: 37% das marcas de grande consumo que mais cresceram no último ano utilizaram a inovação como ferramenta chave.

 

Quais as marcas mais valiosas no futuro?

 

As formas de consumo vão continuar a sofrer profundas alterações. A atender no comportamento dos Millennials, considerados uma das forças de consumo mais importantes do mercado atual, vai continuar a assistir-se a profundas mudanças nos atuais paradigmas de consumo a que as marcas terão de se adaptar. O avanço do conceito de "sociedade de partilha", a preferência pela experiência e utilidade em detrimento da propriedade, juntamente com fatores como a urbanização e o aumento do trânsito, vão mudar, completamente, o conceito de mobilidade com fortes implicações para a indústria automóvel.

O mesmo se verifica ao nível da indústria de bebidas, cuidados pessoais e fast food que se têm vindo a adaptar à crescente preocupação que esta geração tem demonstrado com a saúde e a composição dos produtos que consomem.

Mais tecnológica e digital, é a geração das startups financeiras, as chamadas fintechs, e que privilegia as marcas de fast-fashion como a Zara, Nike ou Adidas, que se posicionam como pioneiras em inovação e tecnologia.

 

Autenticidade, flexibilidade e personalização, valorizados pelos Millennials, são os desafios a que as marcas têm de responder.

 

Valorizando, especialmente, a autenticidade, a flexibilidade e a personalização é a geração que marca o princípio de uma mudança mais profunda nos hábitos de compra, impulsionando novas tendências e novos negócios a que as marcas precisam responder.

Hoje, a idade média das 10 marcas mais valiosas do mundo é pouco superior a 40 anos. Em 2006, era de 88 anos. Caso o ritmo se mantenha, a consultora Kantar estima que as empresas mais importantes do mundo terão apenas 12 anos de vida, em 2025.

Invista mais à frente

 
 

Como posso investir nesta temática?

Grandes Marcas Mundiais

 


Sempre que o Funds Selector sofrer alterações, o fundo será identificado com o símbolo .

Medidas de rendibilidade, calculadas em Euros, sendo a data final a indicada e a data inicial a mesma um ano antes.

Os valores divulgados têm implícita a fiscalidade suportada diretamente pelos organismos de investimento coletivo. Na esfera do investidor, pessoa singular ou coletiva, recaem ainda impostos sobre os rendimentos distribuídos e mais-valias obtidas no resgate, conforme regime fiscal em vigor, descrito em detalhe na documentação legal do fundo. As rendibilidades divulgadas representam dados passados, não constituindo garantia de rendibilidade futura, porque o valor das Unidades de Participação pode aumentar ou diminuir em função do nível de risco que varia entre 1 (risco mínimo) e 7 (risco máximo). O investimento no organismo de investimento coletivo pode implicar a perda do capital investido.

Uma redução dos riscos de investimento pode ser alcançada através de uma abrangente diversificação dos investimentos por diferentes classes e tipos de ativos financeiros. O Banco Best considera que uma concentração superior a 15% do património depositado no Banco Best num único ativo financeiro, incluindo a aquisição/subscrição do presente produto, implica um acréscimo dos riscos de investimento.

A presente informação não dispensa a leitura do documento de Informação Fundamental ao Investidor e do Prospeto do fundo de investimento disponível neste site.

A presente comunicação tem um caráter meramente informativo e não deve ser entendida, em nenhuma situação, como uma proposta contratual, nem como uma recomendação de investimento. Eventuais informações sobre instrumentos financeiros têm um caráter padronizado e carecem de verificação das circunstâncias pessoais do investidor no momento da subscrição. Os Clientes deverão informar-se sobre as características do instrumento financeiro apresentado antes de qualquer decisão de investimento.