-Banco Best – Innovative & Award Winning One-Stop-Shop Website For Online Financial Services| High-Yield Savings & Online Banking | Funds, ETFs & Certificates | Stocks, Warrants, Forex, CFDs & Futures | Banco Best. Ao lado de quem vai à frente.
 
Ignorar ligação
Ignorar ligação
Ignorar ligação

Descubra as tendências e fique mais à frente

Aceda a dados exclusivos sobre os mercados e performance de fundos de investimento.

Saiba o que marcou o mundo financeiro em dezembro de 2022

  • Análise mercados financeiros
  • Performance de fundos
  • O mês de dezembro foi marcado pela subida de 0,5% nas taxas de juro por parte do FED. No entanto, a instituição conseguiu surpreeender o mercado ao não sinalizar descidas das taxas de juro até ao final de 2024.

    Também deste lado do Atlântico, a subida das taxas de juro de referência feita pelo BCE se ficou pelos 0,5%. Porém, o destaque foi para o tom mais hawkish do que o esperado de Christine Lagarde.

    No Japão, o banco central alargou a banda de variação da yield da dívida pública a 10 anos. Os mercados interpretaram esta atuação como o início do fim da política monetária expansinista japonesa.

    Ainda no ambito do contexto económico global do mês, uma referência para a China e a postura de alívio das medidas de política de Covid-zero por parte das autoridades chinesas, apesar do aumento do número de infeções e mortes associadas à doença.

    Nem a confirmação da redução da magnitude das subidas dos juros por parte do Fed e BCE (de 0,75% para 0,5%), fez reduzir as preocupações acrescidas dos investidores com a política monetária restritiva dos bancos centrais. Dezembro fez regressar as subidas das yields da dívida pública. O maior impacto foi sentido na Europa, com a yield do bund alemão a 10 anos a passar dos 1,93% para 2,57%.

    Assim, dentro da categoria de fundos de obrigações considerados nos nossos temas de investimento, foi o JPM Emerg Mkts Inv Grd Bd D (acc) EURH a ter melhor comportamento, valorizando quase 1,1%.

    Conheça a análise

    Nas commodities, o destaque de dezembro vai para o petróleo fechou o mês na linha de água, beneficiando da prioridade da China com o crescimento económico em 2023 (o que também ajudou à valorização mensal do cobre) e da reposição das reservas estratégicas por parte dos EUA. O ouro valorizou mais 3%, o que permitiu recuperar cerca de 12% desde os mínimos em outubro.

    Conheça a análise

    Bea

    Ainda tem dúvidas? Nós ajudamos.

    Pergunte à sua assistente digital que está sempre disponível para o ajudar no seu dia a dia.